close
Cuidados Tempo de leitura: 2 minutos

A poluição do ar pode piorar a pele?

Confira depoimento de jornalista do Grist sobre o impacto climático em sua pele 

Por: Redação

Você já percebeu alguma alteração na sua pele com mudanças climáticas? Isso, certamente, não é uma coisa da sua cabeça. Segundo o site Grist, as modificações no tempo têm tudo a ver com o aparecimento de manchas, acnes, descamações e outras alterações corporais.  

Em um relato interessante, a repórter Ana Sofia Knauf discorre sobre a sua própria experiência com o assunto para comprovar a tese de que a poluição do ar pode piorar, consideravelmente, as inflamações da pele.

Veja aqui a matéria completa

Portadora de acne severa, ela viu o seu problema simplesmente desaparecer após se mudar do subúrbio de Los Angeles (segundo pesquisa, a cidade metropolitana dos EUA com o pior índice de poluição) para Seattle.

“Minha pele poderia ter melhorado por uma série de razões: chegar à idade adulta, ter uma resposta retardada ao meu medicamento (Roacutan) ou até mesmo melhorar minha dieta. Mas eu poderia pensar em outro fator contribuinte: o ar do noroeste do Pacífico era significativamente mais limpo do que o céu nebuloso de Los Angeles”, explica Ana.

“Ao longo da minha vida, dermatologistas me disseram que minha acne seria fruto da minha genética e de fatores externos. Mas, à medida que via cada vez menos espinhas no espelho, comecei a me perguntar: a poluição do ar é realmente responsável por minha acne?”

Sem poluição, sem acne?

Na matéria, a dermatologista naturopata Anne Marie Fine confirma a tese da jornalista, garantindo que minúsculas partículas tóxicas no ar, realmente podem ser as culpadas por uma pele acneica. Mas, não se pode afirmar que a poluição é o único fator responsável pela acne.  

Para Elizabeth Tanzi, dermatologista de Washington, DC, não existem estudos o suficiente que possam confirmar essa informação: “É difícil fazer uma correlação específica… Existem alguns estudos mais antigos, mas somente agora isso se tornou um assunto mais quente”, 

De acordo com Tanzi e Fine, no entanto, essa inflamação causada pela poluição pode resultar em uma pele mais sensível e no envelhecimento precoce. Mas ambas afirmam que como a poluição do ar é um problema tão disseminado, os cientistas estão, finalmente, começando a fazer mais pesquisas sobre o tema.

Informação é o melhor remédio

Prova disso é que as empresas de beleza em todo o mundo têm comercializado – e investido – em produtos para evitar os efeitos da poluição do ar -, desde soros anti-oxidantes para a pele até escovas de limpeza, que afirmam esfregar e proteger a pele de agentes poluentes. O site destaca, ainda, como dado curioso que muitas dessas marcas são baseadas em países asiáticos, altamente poluídos.

O aconselhável é que se faça uma pesquisa sobre a marca do produto que você esteja interessado e, também, que se tente verificar como foi a experiência de outros usuários com o mesmo.