close
Inovação Tempo de leitura: 3 minutos

Brasil é uma das regiões mais prósperas do mercado global da beleza

O Brasil representa mais da metade do mercado sul-americano.

Por: Almir

A América do Sul é uma das regiões mais estimulantes e prósperas do setor mundial de cosméticos e cuidados pessoais, e sua participação nesse mercado deve atingir um valor de 69,9 bilhões de dólares em 2021.

Segundo dados da pesquisa realizada pela Beyond Beauty Americas, o Brasil representa mais da metade do mercado sul-americano, junto ao México, Colômbia e Chile, em oportunidades significativas para as marcas de beleza.

Um dos aspectos mais importantes da América do Sul é a relevância dada aos cosméticos por seus consumidores. De acordo com o estudo, 75% dos latinos consideram a beleza uma parte importante de sua cultura.

Crescimento do setor clean beauty

Um comparativo feito pela Personal Care Magazine afirma que a pandemia impacta diretamente o consumo. Com a influência das mídias sociais, os consumidores intensificaram a busca por produtos com ingredientes mais naturais. O movimento clean beauty, então, começou a influenciar os cuidados pessoais dos latino-americanos.

Veja aqui a matéria completa

Nota-se, ainda, nessa região, um aumento na renda per capita e um crescimento de consumo de produtos destinados ao público masculino, principalmente no Chile, Brasil e Argentina.

Os consumidores latino-americanos estão cada vez mais interessados nos ingredientes e formulações e eficácia dos produtos. Assim, eles estão se tornando cada vez mais conscientes e demonstrando exatamente o que querem.

Na região sul-americana há ainda uma grande variedade de tons de pele e cabelos, o que aumenta a demanda por produtos específicos para cada necessidade. Além disso, países como o Brasil têm muitas farmácias de manipulação, o que possibilita aos consumidores personalizarem cosméticos.

Cosméticos para diferentes etnias

Em termos de influência e escala de mercado, o Brasil é quem predomina entre os países, mas não se pode esquecer outros lugares onde prevalecem traços únicos e etnias variadas.

Colômbia – Conhecida como um centro de manufatura e exportação, o país também é reconhecido pela farta produção e distribuição de cosméticos para toda América Latina. De acordo com o Invest in Columbia, em 2019, a Colômbia foi o segundo maior exportador da América Latina e Caribe e, por três anos consecutivos (entre 2017 e 2019), as exportações colombianas de cosméticos e cuidados pessoais cresceram a uma taxa média anual de 8%.

Enquanto o Brasil é conhecido pela sua rica biodiversidade, a Colômbia tem uma variedade muito semelhante de flora e fauna, e é o segundo maior país em biodiversidade do mundo em termos de flores. São 311 tipos de ecossistemas costeiros e continentais espalhados pelo território.

A Colômbia tem a facilidade de produzir cosméticos de alta qualidade e em quantidade, além de sempre conseguir estar antenada às novas tendências do setor.

 Chile

Uma das grandes mudanças no Chile nos últimos anos foi o crescimento do número de mulheres que ingressaram no mercado de trabalho. Isso teve um impacto perceptível nas taxas de natalidade, já que elas começaram a adiar a maternidade e deram início à construção de suas carreiras. Com mais renda, as chilenas estão dispostas a pagar preços mais altos por produtos de cuidados pessoais e cosméticos, especialmente aqueles que oferecem benefícios multifuncionais ou são de marcas consideradas premium.

Conforme mencionado anteriormente, os produtos de higiene pessoal masculinos tiveram um crescimento impressionante no Chile, nos últimos anos, à medida que os homens começaram a se interessar mais pela saúde e aparência da pele. O interesse deles por skincare tem feito com que as marcas ampliem lançamentos e variedade de produtos do gênero no país.

Outra tendência que impulsiona o mercado no Chile é o aumento da demanda por produtos multifuncionais. O interesse por cosméticos que fazem mais em menos tempo aumenta proporcionalmente ao padrão de vida mais atribulado das pessoas.

Além disso, houve um crescimento significativo na influência das mídias sociais nas decisões de compra no Chile.

Argentina

Assim como no Chile, a Argentina viu um aumento no nível de influência das mídias sociais, à medida que os consumidores procuram vloggers, bloggers e influenciadores para observar novas tendências e produtos no mercado de cuidados pessoais e cosméticos.

O país também possui ricos e variados recursos de flora e fauna, alimentos e bebidas mundialmente conhecidos – em particular, o vinho, cuja indústria do setor está se conectando com a dos cosméticos para destacar os antioxidantes provenientes das uvas.

A Argentina também teve um aumento na demanda por produtos que apoiam estilos de vida mais saudáveis, respeitando o consumo consciente.

As marcas, agora, estão promovendo seus ingredientes naturais, o que vem sendo a chave de entrada para que os consumidores tenham decisões de compra mais conscientes.

Beleza para todos

O estudo conclui que a América do Latina tem terreno fértil para o Green beauty, graças à riqueza de recursos naturais. A região tem um grande potencial para o fornecimento de cosméticos e de cuidados pessoais modernos e voltados para a natureza, que podem ser eficazes para uma ampla variedade de tipos de pele e cabelo. 

A popularização dos produtos fez com que a classe média tenha, agora, a possibilidade de priorizar e escolher, o que só aumenta as chances de ampliação de negócios para os fabricantes.