close
Cuidados Tempo de leitura: 2 minutos

O universo invisível do microbioma humano

Vídeo explica de forma ilustrativa o funcionamento do sistema de microrganismos que habitam o nosso corpo

Por: Almir

Para entender a funcionalidade do nosso corpo, muitas vezes, não basta só a explicação. Foi pensando na premissa de que a imagem pode explicar muito mais do que a palavra que a NPR, uma organização americana de comunicação social, sem fins lucrativos, resolveu decifrar o sistema do microbioma em vídeo.

“Na próxima vez que você se olhar no espelho, pense o seguinte: em muitos aspectos, você é mais uma comunidade de microrganismos do que um ser humano”, provoca o jornalista científico Rob Stein, que escreveu e narrou os artigos ilustrados pelo artista Benjamin Arthur.

Segundo Stein – premiado correspondente e editor sênior do departamento de ciências da NPR -, existem 10 vezes mais células de microrganismos como bactérias e fungos dentro e sobre nossos corpos do que células humanas. Mas eles são minúsculos e invisíveis a olho nu. Por isso, a organização resolveu criar o vídeo, que funciona como uma espécie de visita ilustrada ao universo do microbioma humano.

A cosmética e o microbioma da pele

Nossa pele é o lar de milhões de bactérias, fungos e vírus que compõem a microbiota. Semelhante ao do nosso intestino, os microrganismos da pele têm papel essencial para a proteção do sistema imunológico. Por isso é tão importante prestar atenção aos cosméticos utilizados.

Por ser o maior órgão do corpo humano, a pele é colonizada por microrganismos benéficos que servem como uma barreira para prevenir a invasão de microrganismos que podem fazer mal (patógenos). Em circunstâncias em que essa proteção é prejudicada, ou quando o equilíbrio entre comensais e patógenos é perturbado, podem ocorrer doenças de pele ou mesmo doenças sistêmicas.

Sempre atenta às inovações, a indústria da beleza – obviamente – não subestima o papel fundamental que a pele desempenha no corpo. Diariamente, o microbioma (comunidades bacterianas) está sujeito às interferências químicas e físicas (por exemplo, produtos de higiene pessoal, maquiagem, roupas, detergentes, poluição, etc.).

Saiba mais sobre o assunto na matéria sobre os Cosméticos e o Microbioma da Pele