close
Inovação Tempo de leitura: 2 minutos

Pesquisa aponta que a obesidade acelera o afinamento do cabelo

Cientistas japoneses descobrem que obesidade pode afetar mecanismos convergentes centrados em células-tronco

Por: Almir

A obesidade é uma epidemia mundial que predispõe os indivíduos a muitas doenças associadas à idade, mas seus efeitos exatos sobre a disfunção orgânica são amplamente desconhecidos. De acordo com a Organização Mundial de Saúde (OMS), ela é uma doença crônica e multifatorial, em que fatores genéticos, metabólicos, sociais, psicológicos e ambientais estão envolvidos.  

No entanto, não está totalmente claro como os órgãos do corpo, especificamente, se deterioram e perdem funcionalidade devido à obesidade crônica. Em um artigo recente publicado na Nature, um grupo de pesquisadores da Tokyo Medical and Dental University (TMDU), descobriu que uma dieta rica em gordura pode levar ao esgotamento das células-tronco do folículo capilar (HFSCs) por meio da indução de certos sinais inflamatórios, bloqueando a regeneração do folículo piloso e, por fim, resultando na perda de folículos capilares. 

Veja aqui a pesquisa completa

O excesso de gordura pode ativar citocinas inflamatórias (as mesmas ligadas à Covid-19), gerando uma possível queda de cabelo. Essa ação reprime um sinal ligado diretamente à regeneração dos folículos capilares (onde fica a raiz do fio), resultando na perda da estrutura e, consequentemente, na calvície local.

Afinamento dos fios

Para o Eurekaalert, Hironobu Morinaga, um dos autores do estudo, a obesidade pode acelerar o afinamento do cabelo, pois esgota a parte do folículo capilar que abastece as células maduras que criam os fios. “Os sinais inflamatórios em HFSCs reprimem notavelmente a sinalização Sonic hedgehog, que desempenha um papel crucial na regeneração do folículo capilar.

A Sonic hedgehog é uma das três proteínas da família de sinalizadores chamada hedgehog, encontrada em mamíferos, sendo as outras desert hedgehog e Indian hedgehog. Os cientistas confirmaram que a reativação da sinalização interceptada pelas citocinas inflamatórias pode resgatar o esgotamento de HFSCs, o que pode prevenir a queda de cabelo. 

Normalmente, os HFSCs se auto renovam a cada ciclo do folículo capilar. Isso faz parte do processo que permite que o cabelo volte a crescer continuamente. À medida que os humanos envelhecem, essas células não conseguem se repor causando o enfraquecimento do cabelo. O estudo comprovou que em indivíduos obesos, esse processo de desgaste é acelerado.

A pesquisa, ainda, fornece novos insights interessantes sobre as alterações específicas do destino celular e disfunção dos tecidos que podem ocorrer após uma dieta rica em gorduras ou obesidade induzida geneticamente. Além disso, pode abrir a porta para novos tratamentos de prevenção do enfraquecimento e perda do cabelo, bem como para a compreensão das doenças relacionadas com a obesidade, como a alopecia androgênica.

Destacamos que uma dieta equilibrada é essencial para a saúde humana. A ingestão de boas fontes de gordura são essenciais para a absorção de vitaminas, assim como para o correto funcionamento do corpo como um todo. E, isso refletirá, como consequência e junto com outros hábitos, em um cabelo saudável e brilhante.