close
Inovação Tempo de leitura: 4 minutos

Veja os ingredientes cosméticos de origem natural que estão em alta

Novos – e antigos – ativos estão sendo estudados para serem potencializados em cosméticos

Por: Almir

De tempos em tempos, o setor da beleza lança novas tendências e novidades cosméticas. Não à toa, grandes marcas têm procurado o respaldo científico para trazer formulações mais assertivas para o público, que está cada vez mais exigente. O respeito aos ingredientes e o consumo consciente em todas as etapas de produção dos produtos, tem sido uma busca constante no setor da beleza.

Alguns ingredientes até já são bastante conhecidos pelo público, como a vitamina C ou ácido hialurônico, mas a forma como são entregues ao público, nem sempre é feita de maneira ideal e segura. Veja a seguir alguns ativos que prometem ser uma tendência no que diz respeito à eficácia aliada à economia circular.  

  • Vitamina C

Há uma abundância de antioxidantes beneficiando a pele, mas há uma razão pela qual os especialistas recomendam continuamente a vitamina C: Quando aplicada topicamente, a substância pode ajudar a neutralizar os danos dos radicais livres à superfície da pele. Os radicais livres são moléculas instáveis ​​induzidas pelo ambiente, que podem se ligar à pele e causar estragos na forma de envelhecimento prematuro, incluindo linhas finas visíveis, rugas, manchas escuras e danos ao DNA.

Se produzida por tecnologia de estabilização, ela não traz riscos aos seres humanos. A substância é um poderoso antioxidante. O ideal é ser usado em baixas concentrações – o necessário para pele – com maior efeito.

É importante ficar atento ao uso de polímeros sintéticos na formulação. Algumas tecnologias nano utilizam a substância para encapsular a vitamina, o que pode causar irritação na pele e pode acabar adicionando microplásticos ou derivados de origem animal no processo de encapsulamento.

  • Plantaren 2000

Esse surfactante é produzido por biotecnologia. É utilizado como um agente de limpeza biodegradável. Nas formulações, ele faz com que o óleo e a água consigam se misturar, o que é um bom substituto para o Lauril éter sulfato de sódio, que comprovadamente faz mal à saúde e à natureza, mas ainda é muito usado em produtos de higiene.

Nem todas as empresas realizam essa troca dos ingredientes, pois isso faz com que o custo do produto aumente muito. No entanto, isso traz muitos benefícios para o consumidor, uma vez que o Plantaren 2000 é um tensoativo muito mais suave e benéfico.

  • Hialuronato de Sódio (versão pura do ácido hialurônico)

Manter a pele hidratada é necessário e poucos ingredientes podem ajudá-la a atingir níveis intensos de hidratação como o hialuronato de sódio (versão pura em forma de “sal” do ácido hialurônico). Ele é um ativo produzido naturalmente pelo corpo que possui propriedades hidratantes e estimulantes de colágeno. É encontrado no organismo mas, com o passar do tempo, a sua produção diminuiu precisando ser reposto em formato de tratamento. A substância está presente em diversos cosméticos, sendo utilizada por médicos, também, para a técnica de preenchimento. 

Quando a substância é produzida por biotecnologia, se torna similar à da própria pele. Dessa maneira, o ativo é melhor absorvido. Ele pode ser se origem animal ou vegetal. Por isso, é bom ficar atenta se o produto é de origem biotecnológica, ou seja, se é produzida por microorganismos, é vegana e pode ser utilizada tranquilamente. Os produtos da Oxyeau, inclusive, usam essa técnica.

Em séruns ou cremes são combinados com outros ingredientes – como a vitamina C e o Plantaren 2000 -, o que pode torná-los mais cristalinos promovendo, assim, uma melhor resiliência na pele.  Além disso, potencializa o efeito de hidratação da fórmula.

  • Esferas esfoliante de arroz

É uma alternativa sustentável ao uso de microplásticos em esfoliantes.  As partículas de arroz são naturais e podem ser combinadas com cremes base, óleos, géis e sabonetes. Os benefícios do arroz na cosmética são muitos: pode limpar os poros, remover células mortas, melhorar a microcirculação e suavizar a pele. Ao limpar os poros de forma natural durante a skincare, os produtos podem aderir mais facilmente na pele, além de serem compostáveis e serem compatíveis com a microbiota e, assim, trazer melhores resultados. 

  • Niacinamida

A niacinamida ou Vitamina B3 é um ingrediente conhecido por seus incríveis benefícios na redução dos sinais visíveis de envelhecimento da pele, hiperpigmentação e outros problemas. De acordo com o National Center for Biotechnology Information (NCBI), a niacinamida é um potente antioxidante, o que explica, por que, é comumente usada em produtos para a pele.

  • Betaíne

Betaine ou Betaína Anidra é um ativo produzido por biotecnologia. É um osmólito (pequenas moléculas orgânicas que foram selecionadas para contrapor os estresses ambientais em organismos vivos) natural altamente purificada, extraída da beterraba sacarina. 

Derivada de economia circular, é um poderoso hidratante que atua nos canais das aquaporinas (classe proteínas integrais de membrana que estão presentes na membrana celular e organelas membranosas das células) que regula a entrada de água. 

Serve para aplicações cosméticas para a pele, cabelos e coloração. Renomado por suas propriedades de retenção de água e proteção celular, a Betaíne é um ingrediente que fornece aumento rápido e intenso da hidratação e proteção da pele. Muitas formulações usam materiais sintéticos, derivados de petróleo ou silicones para fazer a função deste ingrediente, o que não é o ideal.

  • Zemea

É um umectante 100 % natural derivado do açúcar do milho. Ele auxilia na hidratação e na microbiota. Como é uma opção mais cara do que os derivados de petróleo, muitas empresas preferem usar propilenoglicol ou o butilenoglicol. O que é totalmente equivocado.

Em formulações, a substância pode servir como emoliente, umectante, modificador de sensorial, solvente, extração botânica e diluição, carregador de ingredientes ativos, ingrediente para ésteres e éteres naturais e Ingrediente em sistemas preservantes naturais.

  • Trealose

É um protetor da membrana celular. Em animais essa molécula tem o poder de proteger contra o congelamento. É considerado um açúcar estável e componente hidratante. Nas formulações, eles substituem os silicones, os materiais oclusivos e derivados de petróleo.

A trealose é um ativo muito poderoso, sobretudo, para os cabelos. Por causa do alto teor hidratante, ele é muito utilizado para reavivar cabelos opacos, desidratados e quimicamente danificados.